Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2018

Mergulhar com tubarões e jamantas sem sair do sofá

Imagem
Equipa portuguesa do centro de engenharia aeronáutica do CeiiA participou na construção de uma câmara subaquática não invasiva que andou à boleia de tubarões e jamantas nos Açores. Este “mergulho” é um dos episódios de um documentário da BBC que se estreou na passada quinta-feira.

Uma equipa de investigadores do centro de engenharia aeronáutica do CeiiA (Centro de Excelência para a Inovação da Indústria Automóvel), em Matosinhos, tornou possível a experiência de passar várias horas lado a lado com tubarões e jamantas. Basta enlaçar uma câmara subaquática no seu dorso e esperar que as imagens gravadas, com o que viram e fizeram, venham à superfície. Na passada quinta-feira, a BBC One apresentou o episódio que nos leva à boleia de tubarões e jamantas dos Açores.
É um dispositivo não invasivo que permite mergulhar com grandes animais marinhos e espreitar o seu mundo sem interferências. O pequeno torpedo vermelho – recheado com uma câmara de filmar na ponta de um cabo que é enlaçado no dors…

Portugueses preocupados com oceanos, mas revelam pouco conhecimento

Imagem
Um inquérito realizado a dois mil portugueses adultos indica que 75% estão preocupados com o futuro dos oceanos. Contudo, estes revelam saber pouco sobre o assunto.


Os portugueses defendem mais informação sobre os ecossistemas marinhos e estão preocupados com o futuro dos oceanos, mas revelam pouco conhecimento sobre os mesmos, pode concluir-se das respostas a um inquérito divulgado . O inquérito, feito no passado mês de Janeiro,  junto de dois mil portugueses adultos, indica que 75% estão preocupados com o futuro dos oceanos. Mas 54% respondeu “baleia azul”, um mamífero, à pergunta “qual o maior peixe do oceano?”. Só 20% referiram correctamente o tubarão-baleia como o maior peixe. O inquérito foi feito por uma empresa britânica para a plataforma de aluguer de alojamento ‘Airbnb’, e, se forem extrapoladas as respostas, 76% dos portugueses pensa que os oceanos são muito importantes para a vida da humanidade. E também que a maior parte (65%) defende um melhor conhecimento dos mares, e que …

No “jacuzzi do desespero” no fundo do mar (quase) nenhuma criatura sobrevive

Imagem
Chamam-lhe o “jacuzzi do desespero” porque a sua água é tão salgada que mata quase todas as criaturas que têm a infelicidade de lá parar. Trata-se de um lago de salmoura que foi descoberto no fundo do mar, no Golfo do México. Esta piscina circular com cerca de 30 metros de diâmetro e 3,6 metros de profundidade fica situada a mais de mil metros abaixo da superfície do Golfo do México, atestam os investigadores que efectuaram a descoberta num artigo científico no jornal Oceanography. Segundo o Seeker.com, a água deste “jacuzzi do desespero”, que pode ser a chave para encontrar vida noutros planetas, é “quatro ou cinco vezes mais salgada do que a água do mar circundante”. “A salmoura é tão densa que fica assente no fundo, formando um caldeirão subterrâneo de químicos tóxicos que incluem gás metano e sulfato de hidrogénio que não se mistura com a água do mar circundante”, sublinha a publicação. Este lago de sal formou-se à medida que “a água do mar se infiltrava nas brechas no fundo do mar, m…

Holanda vai colocar painéis solares flutuantes no Mar

Imagem
Depois dos projectos para montar turbinas de vento a flutuar no oceano, agora existem planos para fazer o mesmo com painéis solares. Um consórcio de várias empresas e organizações da Holanda vão colocar células fotoeléctricas a flutuar no Mar do Norte, para comprovar a possibilidade de usar esta configuração para produzir energia eléctrica. Dentro de três anos, uma área de 2500 metros quadrados sobre a superfície do oceano, a 15 km da costa holandesa, vai estar coberta com painéis solares, com o objectivo de analisar a eficiência do sistema. Para isso, as empresas ECN, TNO, MARIN, TAQA e Oceans of Energy uniram esforços com a Universidade de Utrecht. De acordo com Wilfried van Sark, especialista em energia solar na universidade holandesa, a água salgada melhora a refrigeração do sistema, de modo a que os painéis consigam gerar mais 15 por cento de energia do que em terra firme. Ao mesmo tempo, o oceano providencia uma grande quantidade de área que ocuparia espaço que poderia ser usado n…

Ministério do Trabalho confirma: Permitidas 850 horas extraordinárias no Porto de Lisboa

Imagem
O Ministério do Trabalho confirmou que são permitidas 850 horas extraordinárias no Porto de Lisboa. A dúvida foi levantada durante o debate quinzenal da passada quarta-feira.

O Governo confirmou que “o Instrumento de Regulação Colectiva de Trabalho” aplicável ao Porto de Lisboa prevê que os trabalhadores possam fazer até 850 horas de trabalho extraordinário por ano, mediante acordo entre empregador e representantes sindicais. Numa nota enviada pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS) é referido que “o Instrumento de Regulação Colectiva de Trabalho (IRCT) aplicável ao Porto de Lisboa prevê até 850 horas de trabalho suplementar por ano (Cláusula 29.ª do Contrato Colectivo de Trabalho para o porto de Lisboa, publicado no Boletim do Trabalho e Emprego, n.º 37, de 8 de Outubro de 2016), desde que haja posteriormente um acordo entre as partes homologado pelo MTSSS e MMar [Ministério do Mar]”. Durante o debate quinzenal, no parlamento, o líder parlamentar do PSD, Hu…

Benefícios da Água do Mar

Imagem
Sabia que apenas um dia de praia pode trazer benefícios para a sua saúde? A água do mar é uma fonte de bem estar e usada para várias terapias. Descubra os seus principais benefícios.

Pela sua própria composição (sal e iodo) a água do mar foi uma das primeiras terapias usadas pelo homem tanto para fins estéticos, como para fonte de bem-estar. As algas, com grande potencial farmacológico e cosmético, são ricas em proteínas, vitaminas e minerais indispensáveis à nossa epiderme. Mas para além dos benefícios que trazem à pele, quando ingeridas, as algas são eficazes na redução do colesterol e ajudam a prevenir a hipertensão. A água do mar além de rica em cálcio, ferro, magnésio, sódio, zinco e cobre é também revitalizante, anti-infecciosa, anti-stress, analgésica, bom para o mau humor, depressão, … Para além disso, o sal é um exfoliante natural e favorece o rejuvenescimento celular. Conheça agora mais a fundo os benefícios da água do mar: METABOLISMO A água do mar contém minerais como o iodo, q…

Carnaval no Aquário

Imagem
É Carnaval e os bacalhaus não levam a mal! Nesta época carnavalesca, os bacalhaus são os reis da festa e as crianças são os convidados especiais. Prometem-se dois dias bem passados, com oficinas e uma visita especial.
10 fevereiro, sábado, 15:30
Visita especial ao Aquário dos Bacalhaus + Oficina para famílias
Público- alvo: famílias (crianças dos 3 aos 10 anos)  Limitado a 20 pessoas (limitado a 20 pessoas) €3,00 

14 fevereiro, quarta-feira, 14:00-17:00 
Oficinas de Carnaval
Público- alvo: crianças dos 5 aos 12 anos  €5,00

Inscrições:234 329 990 ou visitas.mmi@cm-ilhavo.pt
Fonte: CM Ilhavo

Cientistas descobrem “assassino” dos oceanos que nunca tinha sido detectado

Imagem
Este “predador” desempenha um papel importante na regulação das populações bacterianas nos oceanos. Cientistas do Instituto Tecnológico de MAssachusetts, nos EUA, descobriram e estudaram um “habitante” marinho que nunca tinha sido detectado nas amostras de água recolhidas. Trata-se de um novo tipo de vírus capaz de infectar dezenas de diferentes tipos de bactérias, muitas vezes de espécies diferentes, enquanto que outros vírus típicos “devoram” apenas um tipo de bactérias. O estudo sobre o novo assassino marinho foi publicado na revista Nature. Este vírus não apresenta uma “cauda” típica noutros vírus e que serve para a sua detecção. O seu genoma é muito curto e, ao contrário dos vírus com cauda, que contam com entre 40.000 e 50.000 bases, tem cerca de 10.000. O vírus foi baptizado como Autolykiviridae, o nome do personagem da mitologia grega chamado Autólico, que foi difícil de capturar. Segundo os autores do estudo, os Autolykiviridae poderiam ser fundamentais para o entendimento da evol…

Microplásticos são “grande ameaça” para os gigantes dos oceanos

Imagem
Um estudo revela que as baleias, tubarões e raias ingerem microplásticos em quantidades que os cientistas consideram alarmantes.
Até os maiores seres vivos aquáticos estão vulneráveis a pequenos fragmentos de plástico que poluem os oceanos. Um estudo concluiu que as baleias, os tubarões e as raias - os maiores peixes do mundo - ingerem microplásticos em quantidades que os cientistas consideram alarmantes. A contaminação dos oceanos devido aos microplásticos pode reduzir o número destes animais no mar, diz o estudo. Estes seres vivos consomem grandes quantidades de pequenas presas e, no processo, engolem centenas a milhares de metros cúbicos de água, o que significa que a probabilidade de engolirem os microplásticos que flutuam nos oceanos seja grande. “Os nossos estudos feitos em baleias e tubarões no Mar de Cortez confirmam a exposição destes animais aos microplásticos que poluem o mar”, afirmou Maria Cristina Fossi, professora na Universidade de Siena, citada pelo “Independent”. Microp…

Tecnologia para limpar o plástico dos oceanos

Imagem
A tecnologia da Seabin pode ajudar a reduzir o problema da poluição marítima, mas, como reconhece Ceglinski, a única solução definitiva é "ensinar crianças e jovens a não comprar plásticos descartáveis, a não os atirar ao mar, a reciclar."Um estudo recente publicado pela revista Science e conduzido pela universidade sueca de Uppsala alertou que algumas espécies marinhas estavam a começar a incluir plásticos na sua dieta. As larvas dessas espécies, acrescentou o estudo, quando cresciam, convertiam-se em espécimes adultos "mais pequenos e mais lentos". Até há pouco tempo atrás, pensava-se que os animais que ingeriam esses plásticos presentes nos nossos mares e oceanos o faziam de forma acidental, mas novas pesquisas mostram que não é assim, que esses resíduos exercem uma atracção irresistível para alguns peixes devido ao seu odor. Aparentemente, ao entrar em contacto com a água salgada, os plásticos começam a emitir um cheiro semelhante ao krill ou ao plâncton, o que…

Suspensas as buscas pelo empresário naufragado Pierre Agnés

Imagem
Presidente-executivo da Boardriders, dona da Quiksilver e da Roxy, terá saído sozinho de barco na manhã da passada terça-feira para pescar, naufragou e a embarcação deu à costa numa praia.
As buscas pelo patrão da Quiksilver foram suspensas após a descoberta da embarcação de onze metros em que Pierre Agnès se fez ao mar na manhã de terça-feira. A suspensão foi anunciada nas redes sociais, pela prefeitura marítima Atlântica. O barco foi encontrado encalhado numa praia de Hossegor, próximo de Baiona, não muito longe da fronteira de França com a Espanha. A PreMar emitiu também um aviso de prudência para quem se fizer ao mar devido às marés altas previstas naquela zona da Atlântico, no sudoeste de França. Pierre Agnès, de 54 anos, é o presidente executivo do grupo Boardriders, que detém as marcas Quiksilver e Roxy. De acordo com os relatos conhecidos, o empresário fez-se ao mar pelas 07:30 da manhã (menos uma hora em Lisboa) da passada terça-feira. Seguia sozinho no barco e ia alegadamente à pe…

Pesca: Ministério do Mar paga primeiros apoios à paragem

Imagem
Segundo o Ministério do Mar, as restantes candidaturas, envolvendo até agora um conjunto de mais 77 embarcações e 776 pescadores, deverão ter um valor global de novos apoios no montante de 1,86 milhões de euros, com financiamento garantido pelo Programa Mar 2020.


O Ministério do Mar começou esta semana a pagar os primeiros apoios financeiros aos pescadores e armadores devido à paragem obrigatória e temporária na pesca da sardinha no mês de dezembro.
“Nesta primeira fase, foram pagas através do IFAP [Instituto do financiamento da Agricultura e das Pescas] os primeiros  apoios previstos aos operadores que concluíram as suas candidaturas ainda durante o mês de Dezembro, sendo beneficiários os armadores de 23 embarcações da pesca do cerco e um total de 86 pescadores, com um valor global de 267 mil euros”, revela uma nota do Ministério liderado por Ana Paula Vitorino.
O mesmo documento acrescenta que diversos pescadores optaram por receber, em alternativa, o subsídio de desemprego.
Segundo es…

Financiamento limita inovação no mar

Imagem
A incubadora lusa Mare Startup é um caso de estudo para a OCDE, mas esbarra com a falta de financiamento.Foi lançada em 2016 por iniciativa conjunta da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, da Universidade Católica Portuguesa, do Fórum Empresarial da Economia do Mar (actual Fórum Oceano) e da Sociedade de Avaliação Estratégica e Risco (SaeR), com o objectivo de apoiar o empreendedorismo e inovação empresarial dedicada ao Mar. Desde a sua criação, o consórcio Mare Startup já apoiou sete projectos ligados à economia do mar, viabilizando a criação de 20 postos de trabalho. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) destacou o projecto nacional e o seu modelo como um estudo de caso e um exemplo de sucesso. Mas por cá, a Mare Startup continua a lutar com o que José Guerreiro, coordenador da plataforma, classifica de “óbvia lacuna nos mecanismos de apoio ao empreendedorismo do mar”. Apoia o desenvolvimento de negócios naquele que é apontado como um dos sect…