Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2017

Europeus entendem alterações climáticas no oceanos mas acreditam que pouco vai mudar

Imagem
Os europeus estão relativamente bem informados sobre o impacto das alterações climáticas nos oceanos, mas uma grande percentagem acredita que até 2100 nada de especial vai acontecer e defende uma melhoria na explicação da ciência ao público. Um estudo envolvendo 10.000 europeus de 10 países, e que ontem foi publicado na revista “Frontiers in Marine Science”, indica que 54% dos cidadãos europeus acredita que os humanos influenciam apenas parcialmente ou não influenciam as alterações climáticas. E embora a maioria dos inquiridos esteja relativamente bem informada “um número surpreendente está mal informado, ou mesmo desinformado, revelando uma grande falha na comunicação das alterações climáticas à população”, disse um dos autores do trabalho, Carlos Duarte, director do Centro de Pesquisa do Mar Vermelho, na Arábia Saudita. Muitos dos entrevistados que pensam que estão bem informados sobre alterações climáticas acreditam que o pior que pode acontecer até 2100 já aconteceu, como perda de ge…

Almada Atlântica: a exposição sobre o fundo do oceano

Imagem
A mostra assinala o dia Mundial da Conservação da Natureza e apela à preservação dos habitats e espécies existentes ao longo da costa A iniciativa da Câmara Municipal de Almada convida os visitantes a "darem um mergulho" no oceano e a conhecerem a outra face da costa da cidade, que vai além das praias de areia branca. A exposição "Almada Atlântica - um mergulho no oceano" é inaugurada na passada sexta-feira e assinala o dia Mundial da Conservação da Natureza. A mostra é composta por fotografias recolhidas na região, por fotógrafos de natureza prestigiados, jogos interactivos e esculturas feitas a partir de lixo marinho, assinadas pelo artista Xandi Kreuzeder, do projecto Skeleton Sea. Além de guiar os visitantes pela natureza submersa da frente atlântica de Almada, a iniciativa lança também o apelo à conservação dos habitats e espécies que se escondem do olhar humano ao longo da costa. A exposição, integrada na Estratégia Local de Educação para a Sustentabilidade, pod…

Ministra só decide sobre o futuro dos Portos do Algarve depois das Autárquicas

Imagem
A ministra do Mar garantiu que não haverá decisões sobre o futuro dos Portos de Portimão e Faro «antes de Outubro» e que tudo depende, ainda, da análise que vier a ser feita pelas diversas entidades envolvidas no projecto “Portos do Algarve”. «Esta é uma matéria que, como já foi anunciado, terá de ser analisada com a AMAL e com todos os municípios algarvios. Teremos que encarar toda esta área no âmbito do projecto piloto que é o dos Portos do Algarve. Não será a dois meses de eleições que vamos tomar uma decisão», disse Ana Paula Vitorino, à margem de uma sessão de assinatura de protocolos em Olhão. Em Dezembro, a ministra veio ao Algarve anunciar a criação de uma nova estrutura, denominada Portos do Algarve, que englobará todos os portos comerciais, marinas e portos de recreio da região. Os “accionistas” desta nova entidade são os 16 municípios algarvios que constituem a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve, a Docapesca e a Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS). O …

Portugal é um paraíso do surf ao alcance de todos

Imagem
O surf está na moda em Portugal e a nossa costa é notícia a nível mundial pela qualidade das suas ondas. Conheça aqui alguns destinos de surf em Portugal Agosto é sinónimo de mês de férias para milhares de portugueses espalhados pelo mundo, entre os quais muitos com ‘juventude’ suficiente para se iniciarem numa modalidade que é uma forma de desporto saudável, divertida e ao alcance de qualquer um. O surf em Portugal está na moda, a nossa costa é notícia a nível mundial pelas suas ondas, depois da publicidade do ‘canhão da Nazaré’, registado no livro Guinness por causa do recorde protagonizado pelo norte-americano Garrett McNamara, que em Novembro de 2011 surfou uma onda com 23,77 metros na praia do Norte.
A publicidade mundial a este feito levou à existência actual de 611 empresas a operar na área do surf, ou seja, muito mais que as 586 que havia. Os números são da Secretaria de Estado do Turismo, referindo que o desporto continua a ser prioridade na comunicação do destino ‘Portugal’ a …

Os portugueses são o povo europeu que come mais peixe. Porquê?

Imagem
Mar azul no horizonte, pé na areia e um peixe grelhado na brasa. Para muitos, a definição perfeita de um almoço de férias. A trabalhar com este alimento há 30 anos, Miguel Reino, proprietário do restaurante Aqui Há Peixe, tem clientes que o procuram o ano inteiro, mas no verão, partilha, vêm sempre mais pessoas. “Pela maresia, pelo contexto”, o peixe grelhado apetece mais com os ares estivais, quando o bom tempo chega e pede uma ementa a combinar com a época balnear. Miguel tem uma elevada percentagem de clientes regulares — alguns ainda do tempo do Aqui Há Peixe na praia do Pêgo, antes de se ter mudado, há nove anos, para o cosmopolita Chiado. Ali, regressam “clientes de Hong Kong, que vêm a Portugal jogar golfe duas vezes por ano”, mas também há comensais “de Évora, do Porto e do Algarve” que não se importam de se meter no carro e percorrer centenas de quilómetros para comer “um cherne, um pregado grande, um imperador ou um robalo bem fresco”. Reino conhece bem o apetite dos portugue…

Rações para “Peixes do Futuro”

Imagem
Investigadores do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) em cooperação com o CSIC (Espanha) concluíram que os ingredientes utilizados em Aquacultura podem ser substituídos por ingredientes de origem vegetal, sem que isso prejudique o crescimento do pescado ou comprometa a qualidade do mesmo. É mais um passo que a ciência dá no caminho da aquacultura sustentável. Os cientistas descobriram que a adição de suplementos de butirato nas rações de peixes ajudam a preservar a função intestinal na dourada que é alimentada à base de rações vegetais. A investigação foi liderada por equipas do Instituto de Aquicultura Torre de la Sal (IATS-CSIC), em colaboração com os cientistas da Norwegian University of Life Sciences e CCMAR, em estreita cooperação com parceiros industriais (BIOMAR, NOREL). O estudo foi conduzido no âmbito dos projectos AQUAEXCEL, AQUAEXCEL2020 e ARRAINA, todos eles financiados pela União Europeia. As rações de aquacultura à base de vegetais são vistas como mais sustentáveis do que as …

Organizações exigem posição firme contra mineração no Mar

Imagem
O apelo surge na fase de preparação do encontro anual da Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos, a decorrer de 7 a 18 de Agosto, na Jamaica.

A "Seas at Risk", uma associação europeia de organizações não-governamentais (ONG) dedicadas à defesa de questões ambientais, exige ao Governo que tome uma posição contra a mineração em águas profundas. O apelo surge na fase de preparação do encontro anual da Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos, a decorrer de 7 a 18 de Agosto, em Kingston, capital da Jamaica. Para a associação europeia, o executivo deve assegurar que a Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos aplica "o princípio da precaução e que determina o fim dos trabalhos de prospecção e exploração de minérios em curso actualmente". A próxima sessão anual da Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos, entidade responsável pela regulamentação da exploração dos fundos marinhos e subsolo que estão para além da jurisdição nacional de um país, terá lugar em A…

Javali resgatado a 300 metros da costa algarvia

Imagem
O insólito aconteceu. Um javali foi encontrado a nadar no mar a cerca de 300 metros da praia de Vale Garrão Nascente, entre Vale do Lobo e a Quinta do Lago, no Algarve. O animal selvagem foi salvo com uma mota de água e libertado pela Polícia Marítima. O salvamento aconteceu no domingo e ninguém queria acreditar que estava a acontecer. "O meu colega que estava no barco ligou-me a dizer que estava a ver um javali a nadar. Disse-lhe: ‘Estás a gozar’? Peguei nos binóculos e depois percebi que estava a falar a sério", recordou ao CM Nelson de Sousa, elemento da concessão de desportos náuticos, que enviou uma mota de água para resgatar o animal do mar. "Quando chegámos ao local a primeira coisa que fizemos foi amarrar-lhe a boca com uma corda, porque como é um animal selvagem podia ser perigoso. Depois, conseguimos puxá-lo para cima da mota de água para o trazermos para a praia", explicou Tiago Gomes, que confessa ter sido "um dia estranho" mas "engraçado…

Quanto vale a sardinha na pesca portuguesa?

Imagem
De acordo com as Estatísticas de Pesca de 2016, que o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou em Maio, no ano passado foram capturadas pela frota portuguesa 190.594 toneladas de pescado, mais 1,2% do que em 2015. E, daquele total, um volume de 124.264 toneladas (menos 11,7%) foram de pescado fresco ou refrigerado, transaccionado em lota, com o valor de 269.499 mil euros (mais 3,26%).
No caso da sardinha, houve uma diminuição de 1,6% do volume, para 13.513 toneladas, equivalentes a 27.898 mil euros. A sardinha é, aliás, o peixe marinho que em 2016 maior valor obteve em termos de captura. O carapau, com 20.014 toneladas não foi além dos 17.130 mil euros no ano passado.
A sardinha foi igualmente uma das três espécies com maior volume descarregado pelas organizações de produtores (OP) de pesca em Portugal em 2016, juntamente com a cavala e o carapau.
No ano passado, foram descarregados por OP um total de 13.236 toneladas de sardinha, uma queda de 0,8%, derivado da aplicação dos desp…

Ministra do Mar afasta cenário de proibição de pesca da sardinha durante 15 anos

Imagem
A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, afastou o cenário de uma proibição de capturar sardinha durante 15 anos, como proposto por um organismo científico que aconselha a Comissão Europeia, afirmando que isso é "impensável". Ana Paula Vitorino, que falou aos jornalistas à margem de uma visita a Portimão, onde participou com o ministro da Defesa na assinatura de protocolos e na inauguração do sistema de radares "Costa Segura" na cidade algarvia, garantiu que a definição dos 'stocks' de sardinha para 2018 será definida, como estipulado, em Outubro, depois de ser feito um novo cruzeiro de monitorização da espécie em Agosto. "As decisões que existirem, não são tomadas agora, serão tomadas em Outubro, conforme planeado e previsto, conforme os dados que existirem na altura", afirmou Ana Paula Vitorino, frisando que a definição dos 'stocks' de sardinha para Portugal é uma matéria "acompanhada pela Comissão Europeia mas não é fixada pela Comis…

Primeiro cargueiro eléctrico autónomo sai para o mar em 2018

Imagem
Os planos contemplam uma autonomização gradual de forma a que o navio esteja inteiramente operacional de forma autónoma a partir de 2020.

O primeiro navio de carga autónomo vai ser lançado em 2018 e espera-se que navegue sem qualquer tripulação a partir de 2020. O Yara Birkeland, como foi baptizado, terá capacidade para 100 contentores, é um barco norueguês e vai utilizar GPS, radares, câmaras e outros sensores para se encaminhar pelos mares sem qualquer tipo de ajuda humana. O preço deste cargueiro deverá ascender aos 25 milhões de dólares - o triplo do preço médio de um barco de carga deste tamanho - mas os investidores que estão por detrás deste projecto acreditam que o valor seja pago com as poupanças em pessoal e combustível. No total, acreditam, as despesas com a operação do navio podem cair 90% em comparação com um cargueiro tradicional. "O Yara Birkeland vai operar como um navio tripulado, mudando depois para uma operação remota em 2019 e espera-se que seja capaz de funciona…

Marinha investiga fundo do mar nos Açores

Imagem
A Marinha investigou mais de 14 mil quilómetros quadrados do fundo do mar nos Açores, a profundidades médias de três mil metros, anunciou aquele ramo das Forças Armadas. Segundo informação da Marinha, durante os últimos 12 dias, o navio hidrográfico “D. Carlos I” recolheu informação do fundo do mar nos Açores numa área de 14 mil quilómetros quadrados, “o equivalente a mais de 3.400 campos de futebol, a profundidades médias de 3.000 metros”. “Este trabalho insere-se na missão actual que a Marinha desempenha nos Açores para mapeamento do fundo do mar na região, com recurso a um sistema moderno de sondador multifeixe de grandes fundos, para a aquisição de dados de profundidade”, adianta a Marinha. Os levantamentos hidrográficos oceânicos efectuados durante este período “foram circunscritos” a áreas ao largo dos grupos oriental (ilhas de Santa Maria e de São Miguel) e central (Pico, Faial, Graciosa, Terceira e São Jorge) do arquipélago. “Simultaneamente, uma equipa de militares da Brigada Hid…

Vila-condense recupera mural em honra do “Mar das Mulheres”

Imagem
A artista vila-condense Isabel Lhano e o seu filho Luís Costa concluíram a pintura e restauro da parte lateral do Mural de Arte Urbana, projecto de homenagem às mulheres da Seca do Bacalhau que foi vandalizado no final do ano passado. O Mural, obra promovida pela Câmara Municipal, foi concebido em agosto de 2016. É uma tela com cerca de 500m2, na rua, onde se recupera a memória da actividade da Seca do Bacalhau que se desenvolvia no século XX, em Vila do Conde. Em primeiro plano, estão as mulheres que ali trabalhavam na salga e na secagem do bacalhau e na lateral estava retratado o rosto de uma delas que deu, agora, lugar a um coração segurado pelas mãos de uma mulher, transmitindo segundo a artista uma mensagem de “bondade contra a maldade”. Isabel Lhano justifica a escolha deste motivo pelo facto de “aquelas mulheres tinham o coração no mar, pois os seus homens eram na maioria pescadores”. Ao meio, a frase de Valter Hugo Mãe: “Este foi o mar das mulheres. Aqui se glorificaram e aqui n…

Estratégia do governo para Atlântico: não é um mar de rosas

Imagem
Pequim tem planos para recuperar a sua rota da seda, por terra e mar, e Portugal (e Sines) são particularmente importantes neste gigantesco plano de ter portos em todos mares estrategicamente relevantes.
A estratégia dos governos da República para o Atlântico é mais ou menos como aquele velho adágio de Alexandre O’Neill: há mar e mar, há ir e voltar. O assunto é convidativo e tentador para se fazer política. O problema é que entre as ideias de uns e de outros, que vêm e que vão, corremos o risco das oportunidades naufragarem pelo caminho. Como aqui tenho escrito abundantemente, já não estamos na fase do powerpoint ou do diagnóstico. Estamos no tempo de fazer. Li há dias uma entrevista de Ana Paula Vitorino onde se reflete sobre a estratégia do governo para o Atlântico. Fiquei interessado e preocupado em doses iguais. Bem, a ministra do Mar aponta ao arranque, muito em breve, do Fundo Azul, um acelerador financeiro dasstartups tecnológicas nocluster do mar. Bem, sobe a fasquia do peso da e…

"Parar a pesca da sardinha 15 anos é um absurdo"

Imagem
Carlos Sousa Reis, biólogo e investigador, diz que recomendação do Conselho Internacional para a Exploração do Mar de parar a pesca da sardinha durante 15 anos não faz sentido. E que não vai resultar.

Um “absurdo” e uma “leviandade” que, no limite e a ser posta em prática, vai atirar para o desemprego uma geração inteira de pescadores, tornar obsoleta uma frota especializada de mais de 100 embarcações, e alterar profundamente os hábitos alimentares dos portugueses. Eis o que Carlos Sousa Reis, biólogo, professor universitário e investigador especialista em Pescas, Ecologia Marinha e Recursos Vivos Marinhos, tem a dizer sobre a recomendação de parar de pescar sardinha durante 15 anos que o Conselho Internacional para a Exploração do Mar (ICES) apresentou recentemente à Comissão Europeia como solução para a reposição do stock no mar ibérico. Ao Observador, o especialista, que foi vice-presidente e presidente do Instituto Nacional de Investigação das Pescas (INIP) e do Instituto Português …