sábado, 3 de março de 2018

Lançada a rede Escola Azul para levar os oceanos aos mais novos

Coordenado pela Direcção-Geral de Política do Mar, o pontapé de saída oficial do programa foi em Matosinhos. A Escola Azul pretende sensibilizar alunos desde o ensino pré-escolar até ao 12.º ano sobre as questões dos oceanos. Depois, eles só têm de espalhar a palavra.


Uma bandeira azul foi hasteada na entrada da Escola Básica Professor Óscar Lopes, em Matosinhos, pela ministra do Mar, Ana Paula Vitorino. Nesse momento estará lançado oficialmente em Portugal o programa Escola Azul, uma rede que quer espalhar a literacia do oceano pelos mais novos. Esta escola de Matosinhos é uma das escolas-piloto do programa e, portanto, recebe as honras de ser a primeira com esta bandeira, numa cerimónia onde também estará a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro. Além de Portugal continental, a ideia é que o projecto também tenha escolas nos Açores, como se depreende no site do programa.

O conceito e o desenvolvimento da Escola Azul começaram há cerca de dois anos e este ano lectivo o programa iniciou-se nas escolas. Tem a coordenação da Direcção-Geral de Política do Mar (DGPM), tutelada pelo Ministério do Mar, e a coordenação científica e de cooperação é da agência Ciência Viva. Há ainda uma comissão científico-pedagógica com 13 entidades, como a Associação Portuguesa de Lixo Marinho, a Comissão Nacional da UNESCO, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera e o Centro de Ciências do Mar e do Ambiente.

“A Escola Azul foi criada com o intuito de estimular e distinguir as escolas portuguesas que realizam trabalhos ligados ao mar, articulando os diferentes projectos de literacia do oceano desenvolvidos por todo o país”, lê-se num comunicado da DGPM. Este projecto tem assim entre os seus objectivos, segundo o comunicado, estimular uma relação mais forte entre os alunos e os oceanos, apoiar as escolas portuguesas a desenvolver temas ligados ao mar e reforçar a interacção entre este sector e as escolas. No final, espera-se que os alunos tenham ferramentas para compreender melhor os oceanos, comunicar sobre eles e fazer algo pelo seu futuro.

Ao todo, são 48 as escolas que estão na rede da Escola Azul, algumas das quais ainda estão no processo de candidatura. Calcula-se que a Escola Azul já envolva cerca de 6500 alunos desde o ensino pré-escolar até ao 12.º ano.

Fonte: Público

Sem comentários:

Enviar um comentário