terça-feira, 7 de junho de 2016

Canal do Suez corta até 65% nas “portagens”

A Autoridade do Canal do Suez (ACS) anunciou ontem um novo pacote de reduções nas “portagens” cobradas aos navios porta-contentores em viagem entre a Ásia e a costa Leste dos EUA. Os descontos variam entre os 45% e os 65%, consoante as origens/destinos.


As reduções serão válidas por 90 dias e seguem-se aos descontos de 30% implementados em Abril e que vigoraram até domingo passado.
Então como agora, o objectivo da Autoridade do Canal do Suez é evitar a fuga de navios, seja para a Rota do Cabo (mais longa mas mais barata por causa da baixa do preço do combustível), seja para o “novo” Canal do Panamá, que a partir do próximo dia 26 poderá receber navios de maiores dimensões.
Recorde-se, a propósito, que os descontos implementados em Abril não lograram reganhar os serviços que entretanto se mudaram para o Cabo, e que pelo contrário em Maio mais foram os navios que passaram a contornar África por Sul.
Apesar disso, o volume de receitas da ACS cresceu ligeiramente no primeiro trimestre do ano, de 1,236 para 1,239 mil milhões de dólares.
No ano passado, passaram pelo Canal do Suez 17 483 navios, mais 2% do que no ano anterior.
Em Agosto do ano passado, o Egipto inaugurou a expansão do Suez, realizada em tempo recorde, num investimento de 8,5 mil milhões de dólares.
Fonte: T e N

Sem comentários:

Enviar um comentário