terça-feira, 7 de junho de 2016

Medlog-MSC e PSA Sines juntaram-se à APS na visita a Talavera de La Reina


A convite de Jaime Ramos Torres, Alcaide da cidade de Talavera de La Reina, o presidente da Administração dos Portos de Sines e do Algarve, João Franco, visitou a localidade, sendo acompanhado por uma comitiva composta por representantes da MSC-MedLog e da PSA Sines - a visita realizou-se no contexto da aproximação entre as partes, com vista o estreitamento de relações face ao desenvolvimento da futura plataforma logística de Talavera de La Reina. 

A visita a Talavera de La Reina contou ainda com a presença de várias autoridades e associações empresariais da região, incluindo representantes do Governo Regional e dos Puertos del Estado, indispensáveis ao desenvolvimento deste projecto. O encontro é mais um passo nas conversações iniciais que visam firmar uma cooperação estratégica luso-espanhola capaz de alavancar a concretização da plataforma, que, de acordo com o recente estudo estratégico, tem o potencial desejado para desenvolver o corredor logístico com o Porto de Sines

Assim, o desenvolvimento do projecto foca-se no incremento dos movimentos de importação e de exportação de bens, com o objectivo de intensificar as relações económicas da região para os principais mercados mundiais. O porto de águas profundas de Sines poderá, assim, funcionar como porta de entrada e saída das mercadorias por via marítima, as quais serão transportadas preferencialmente por transporte ferroviário de e para a referida plataforma logística. 

As presenças da MSC-Medlog ( Pelo CEO da MSC Portugal - Carlos Vasconcelos) e da PSA Sines ( Pelo Director das Operações - Nuno Santos) deram ainda maior ênfase ao enquadramento competitivo e estratégico da empreitada, já que ambas as empresas possuirão, com elevada probabilidade, papéis centrais na materialização viva do corredor logístico e da cadeia de abastecimento que nele ganhará corpo - a MSC-Medlog enquanto móbil ferroviário da ligação, e a PSA Sines na condição de 'player' crucial na integridade dinamizadora do Porto de Sines.


Sem comentários:

Enviar um comentário