Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2015

A Gronelândia está derretendo

Imagem
O sol da meia-noite ainda brilhava à 1h por toda a extensão brilhante do manto de gelo da Gronelândia. Brandon Overstreet, um candidato ao doutoramento em hidrologia pela Universidade do Wyoming, abriu caminho pela paisagem congelada, prendeu o seu arnês a uma âncora no gelo e arrastou-se até a beira de um rio, que corria até uma enorme abertura. Se ele caísse ali, "a taxa de morte é de 100%", disse o amigo de Overstreet e também investigador, Lincoln Pitcher. Mas a tarefa de Overstreet, que é recolher dados críticos do rio, é essencial para a compreensão de um dos impactos mais importantes do aquecimento global. Os dados científicos que ele e uma equipa de seis outros investigadores estão recolhendo aqui podem vir a produzir informação reveladora sobre a taxa com que o derretimento do manto de gelo da Groenlândia, um dos maiores pedaços de gelo e que mais rápido está derretendo na Terra, elevará o nível dos mares nas próximas décadas. O derretimento pleno do manto de gelo da …

Porto de Sines: Arrefecimento da economia chinesa abranda crescimento no Terminal XXI

Imagem
João Franco, presidente da Administração dos Portos de Sines e do Algarve, esteve presente, enquanto orador, numa mesa sobre Logística Portuária, no âmbito do 18.º Congresso da APLOG. Na sua intervenção, o máximo responsável do Porto alentejano admitiu que o abrandamento da economia chinesa vai ter efeitos nos resultados do terminal de contentores concessionado à PSA Sines.

Recorde-se que o Terminal XXI viu recentemente a sua capacidade aumentada de forma importante e a APS previa crescimentos significativos. Ora, o arrefecimento da economia chinesa estará agora a fazer-se sentir na movimentação no Terminal XXI, que até meados deste ano vinha acumulando crescimentos dentro do expectável. Agora, João Franco admite que o crescimento na movimentação de contentores este ano rondará "os 12%", valor abaixo do que eram as previsões da entidade.

Saliente-se que o mercado do Extremo Oriente é um dos mercados mais significativos para o Terminal XXI, apesar de continuarem a ser os tráfeg…

Academia MSC: ENIDH e MSC querem traçar caminho de sucesso

Imagem
Foi com um misto de entusiasmo e de expectativa que a nova Academia MSC, fruto de uma parceria entre a MSC Portugal e a Escola Náutica Infante D. Henrique (ENIDH), realizou a sua sessão de abertura, ontem.
Numa cerimónia que contou com a presença da Direcção da ENIDH - o presidente Luís Baptista e o vice-presidente Dores Costa surgiram acompanhados do impulsionador do Curso, Cruz Gonçalves -, com Carlos Vasconcelos (máximo responsável da MSC Portugal) e com Lídia Sequeira, especialista no sector marítimo-portuário que desempenhou, até há pouco tempo, o cargo de presidente da Administração do Porto de Sines, foi realizada uma primeira visita às instalações, localizadas no pólo da ENIDH, em Paço de Arcos.

A Academia MSC avança assim com a primeira edição do curso 'Shipping and Logistics Management', numa aproximação clara entre a actividade do shipping e o ensino superior. "Este curso complementará o ensino nesta escola", referiu Carlos Vasconcelos, salientando a importâ…

Triple-E da Maersk engrossa frota de porta-contentores inactiva

Imagem
A capacidade combinada da frota inactiva de porta-contentores aproxima-se rapidamente do milhão de TEU, o valor mais elevado desde a crise financeira mundial de 2008, sublinha a Alphaliner.


Entre os 263 navios (com um total de 934 700 TEU) parados por falta de trabalho, 23 são de 7 500 TEU ou mais e há mesmo entre eles um Triple-E de 18 000 TEU da Maersk Line. Este mega-navio da companhia dinamarquesa estará inactivo nas próximas seis semanas devido aos cancelamentos de saídas no Ásia-Europa por parte da Aliança 2M (Maersk-MSC). Ainda na semana passada, o grupo Maersk reviu em baixa o seu “outlook” para este ano (de 2,2 mil milhões para 1,6 mil milhões de dólares de lucros), pelo efeito combinado da quebra da procura e do nível dos fretes. A imobilização de um porta-contentores de 18 000 TEU é sintomática da difícil situação da difícil situação que se vive no Ásia-Europa, com um excesso de capacidade e as tarifas em mínimos, segundo a Alphaliner. Esta posição é corroborada pela consultora …

CMA CGM reduz oferta entre Portugal e o West Africa

Imagem
O EURAF5, da CMA CGM, que ligava semanalmente Portugal ao West Africa, é doravante quinzenal.A alteração é referida pela consultora Dynamar na sua newsletter diária e a nova oferta já surge no site da CMA CGM. A rotação mantém-se, isto é: Lisboa, Leixões, Algeciras, Pointe Noire, Luanda, Lobito, Namibe, San Pedro, Algeciras e de novo Lisboa.Em resultado da redução da frequência, os navios alocados ao EURAF5 passam de cinco para três, com uma capacidade de transporte de cerca de 2 100 TEU. Curiosamente, um dos navios alinhados no serviço, o Jona, ostenta  pavilhão português, estando registado no MAR da Madeira.

Leixões torna-se líder nacional na carga Ro-Ro

Imagem
O Porto de Leixões anunciou que tornou-se no líder nacional no tráfego roll-on/roll-off tendo registado até setembro um crescimento de 85 por cento, comparativamente com igual período do ano passado. Apesar de não divulgar os números que levaram a este crescimento, o Porto de Leixões, através do seu presidente, Emílio Brogueira Dias, revela que “o forte desenvolvimento no segmento ro-ro está associado à aposta da Cobelfret neste porto que, no início de outubro, arrancou com a terceira escala semanal para o Norte da Europa.”
Em termos globais, nos primeiros nove meses do ano, o Porto de Leixões obteve um crescimento de 4,1 por cento, tendo movimentado um total de 13,7 milhões de toneladas de mercadorias. 
Entre os meses de janeiro e setembro, a evolução foi positiva nos granéis líquidos (+7,1%), na carga fracionada (+11,9%), no ro-ro (+85%) e nos granéis sólidos (+14,8%). Por outro lado, e devido à redução significativa das exportações para Angola, verificou-se uma quebra na carga conten…

Sebastian Steudtner consegue 'onda perfeita' na Nazaré

Imagem
A Nazaré é por estes dias palco para um grande evento de surf. Na região reúnem-se alguns dos melhores surfistas de ondas grandes do mundo, para tentar explorar as qualidades únicas do mar do nosso país.
Esta quarta-feira, Sebastian Steudtner conseguiu apanhar uma das ondas do dia e entrou na disputa pelo prémio “Ride of the year”.

Pedro do Ó Ramos é o Novo Secretário de Estado do Mar.

Imagem
Confirmada novamente a Assunção Cristas como Ministra com a tutela do Mar, faltava saber quem iria acompanhar na mesma tutela, mas enquanto Secretário de Estado. Pedro do Ó Ramos, Deputado pelo PSD, foi a escolha para esta área sensível. Natural de Santiago do Cacém, 41 anos e Deputado eleito pelo Distrito de Setúbal, um Distrito rico na Economia do Mar. Neste momento, falta saber até quando Pedro do Ó ocupará o cargo, visto a instabilidade política não definir ainda se será a Coligação PSD/CDS-PP a manter-se ou entrar em funções a Coligação PS/BE/PCP.


Este fato de banho limpa o oceano enquanto nada

Imagem
Cientistas da Califórnia criaram uma "nanoesponja" que absorve a poluição da água.

Deixar um engenheiro projectar um fato de banho pode parecer estranho. Mas quando os cientistas e os designers se juntaram para criar o "Spongesuit", em prol do ambiente, o assunto tornou-se mais importante. Surgiu assim o calção de banho que consegue limpar a água enquanto se nada. 

O calção é preenchido com um material à base de sacarose que repele a água, mas atrai os contaminantes nocivos. Os inventores deste material são marido e mulher e ganharam um concurso internacional de tecnologia para vestuário e foram reconhecidos na última semana em Roma, na “Maker Faire”, um evento dedicado ao desenvolvimento do território e das empresas, com vista a aumentar o bem-estar dos cidadãos. “O material também pode ser cozido em roupas de mergulho, de modo a que os surfistas também possam ajudar a limpar o oceano, enquanto apanham ondas”, disse Mihri Ozkan, professor de engenharia eléctrica na U…

Comer e dançar no fundo do Oceano

Imagem
O Subsix era um restaurante apenas aberto ao almoço. Agora também é discoteca. Mas isso talvez seja o menos importante. Porque aqui a localização é que conta: fica no fundo do Oceano Índico.


Gostava de jantar, de beber um copo e dançar a ver o fundo do mar? Então o Subsix no resort Niyama Per Aquum nas Maldivas é o local ideal para si. É que este restaurante, recentemente remodelado para se tornar numa discoteca durante a noite, situa-se a 20 pés de profundidade no Oceano Índico. O espaço em semi-círculo, é composto por um vidro que possibilita ver as mais 90 espécies marinhas que habitam no coral aí presente. E toda a sua decoração remete para a vida submarina na região.
Como conta o Daily Mail, para se chegar ao local é preciso apanhar um barco. Isto porque o restaurante/discoteca é uma pequena ilha no meio do oceano. Anteriormente apenas aberto para almoços, o restaurante foi cuidadosamente remodelado, estando agora disponível para casamentos, passeios guiados por biólogos marinhos, pr…

China planeia transportar mercadorias via Oceano Árctico

Imagem
Segunda maior economia do mundo quer aproveitar aquecimento global para explorar novas rotas comerciais.


O gigante estatal, que em 2010 ganhou a concessão de dois terminais de contentores do porto grego de Pireu, já enviou embarcações antes, por duas vezes, segundo revelou a imprensa oficial.
A União Europeia é o principal destino das exportações chinesas e navegar via Árctico, em substituição do Oceano Indico, poderia reduzir o tempo de transporte em nove dias, assinalou a mesma fonte.
Na segunda-feira, a agência noticiosa chinesa Xinhua citou especialistas e funcionários chineses que referem a potencial rota como uma "hidrovia de ouro", para o comércio.
A COSCO emitiu esta terça-feira um comunicado assinalando que irá "continuar a promover a normalização das operações na Passagem Nordeste no Árctico".
No início deste mês, um navio da empresa completou uma viagem de 55 dias entre a China e Europa, através daquela via, assinalou a Xinhua.
Fonte: Público

Como o aumento da temperatura do oceano afecta os Pinguins

Imagem
As alterações climáticas vão ter impacto nos predadores marinhos por afectarem a distribuição de peixe - diminui o número de indivíduos e o sucesso reprodutivo.


A variação da temperatura do oceano obriga os pinguins a viajar mais para encontrar comida e isso tem impacto na população. A investigação que relaciona fenómenos climáticos que introduzem anomalias globais, como o El Niño, com a dificuldade de os animais no topo da cadeia alimentar (os predadores) encontrarem alimento no oceano foi publicadaesta terça-feira na revista científica Nature Communications. Os casais de pinguins revezam-se no cuidado com a prole: enquanto um progenitor vai pescar, o outro fica no choco ou a cuidar da cria. Agora, o que a equipa de Charles Bost, investigador no Centro de Estudos Biológicos de Chizé (França), descobriu é que, quando havia fenómenos climáticos que provocavam alterações, por exemplo na temperatura da água, os pinguins eram obrigados a viajar mais quilómetros para se alimentarem e isto po…

Saldanha Salva os Oceanos: Projeto lançou votação online para escolher herói

Imagem
O projecto “Saldanha Salva os Oceanos”, que pretende promover a literacia dos oceanos nos mais novos, lançou uma votação para escolher o herói da história que será criada e editada sob a forma de e-book. Os candidatos a salvadores dos oceanos são quatro animais marinhos animados (cavalo-marinho, sardinha, tartaruga-verde e púrpura) que são apresentados no sítio web do projecto onde também decorre a votação, que termina no dia 10 de Novembro. Uma iniciativa da Cocinfar em parceria com a AmBioDiv o projecto, que tem como objectivo principal “aumentar o conhecimento sobre a Biodiversidade Marinhas junto de crianças e jovens dos 2º e 3º ciclos de escolaridade”, está alinhado com a Estratégia Nacional para o Mar e o Plano Estratégico para a Biodiversidade 2011-2020, é explicado no texto de apresentação na já referida plataforma. Com efeito, assiste-se actualmente a um crescente distanciamento dos portugueses do mar, apesar da nossa ligação histórica ao meio marinho, sendo necessário agir par…

Força do mar invade Praia de Odeceixe

Imagem
O mar invadiu esta terça-feira o areal da praia de Odeceixe (Aljezur), eleita em 2012 como uma das 7 Maravilhas de Portugal na categoria de Praia de Arribas. Há quem culpe as obras do programa Polis, no início do verão, mas a Câmara de Aljezur nega a acusação. "Tiraram areia da praia apesar do alerta para os riscos", critica David Rosa, dono de uma escola de surf naquela praia. José Amarelinho, edil de Aljezur, nega e garante que até ao final do ano serão colocados "estacaria e passadiços que contribuirão para reter a areia". As marés vivas dos últimos dias atingiram outras praias algarvias, como Armação de Pera (Silves) e D. Ana (Lagos), que perderam areia.

Fonte: CM

Consumo de peixe em Portugal é dos mais prejudiciais ao planeta

Imagem
Um novo relatório avisa que elevado consumo de peixe em Portugal pode ser um problema ambiental. Portugal é o país mediterrânico cuja alimentação mais faz mal ao planeta. E, por irónico que pareça, a maior culpa é do elevado consumo de peixe – um alimento saudável. Esta conclusão surpreendente resulta de um estudo publicado esta quinta-feira pela Global Footprint Network, a organização responsável pelos cálculos da "pegada ecológica". Este indicador representa a área da Terra necessária para produzir o que cada pessoa consome ou necessita, dos alimentos a roupa, dos combustiveis a edifícios. Para Portugal, este valor é de 4,5 hectares por habitante. É o quarto país mediterrânico com a maior pegada ecológica, depois de França, Eslovénia e Itália. Mas na alimentação, o país lidera o ranking. Cerca de 1,5 hectares de terra ou mar são necessários para garantir o almoço, o lanche e o jantar dos portugueses. Ninguém necessita de tanto espaço produtivo para matar a fome entre os países…

Faleceu trabalhador ferido no Terminal XXI.

Imagem
Miguel Naia, o trabalhador do Terminal XXI que teve um acidente no turno da noite, na madrugada de segunda-feira, no resultado do embate de dois prime movers ( Camiões de Transportes de Contentores), faleceu em virtude dos inúmeros ferimentos que possuía. A vitima de 38 anos, que era oriunda do Cercal, mas que vivia na aldeia de Porto Covo, estaria internado no Hospital de São José. Ainda não se sabe a data e hora do funeral, sabendo-se que a vitima deixou um filho menor.

Há mar e mar. E onde estão as oportunidades?

Imagem
Até 2020, Portugal dispõe de mil milhões de euros para investir na economia azul. A aquacultura, a biotecnologia marinha ou a exploração de energias fósseis e renováveis são as novas áreas de aposta, ao mesmo tempo em que sectores mais tradicionais, como o transporte marítimo, a actividade portuária ou até mesmo a indústria de transformação do pescado, têm crescido em contraciclo
Há mar e mar, há ir e voltar", dizia o slogan que o poeta Alexandre O'Neill, também publicitário, criou para uma campanha de prevenção contra o afogamento nas praias portuguesas e que foi para o ar nos anos 80, acabando por assumir o estatuto de dizer popular. É tempo agora de reinventar a frase, olhar para o mar de forma estratégica e como activo valioso que é para a economia portuguesa. "Há mar e mar, há oportunidades e procura-se investimento", diz quem nos governa e quem no oceano já investe ou quer investir. E, de repente, três eventos coincidiram no tempo. Os velejadores Volvo Ocean Ra…