Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2018

Paquete "Infante D.Henrique" - Os Últimos Dias.

Imagem
O paquete "Infante D. Henrique" realizou o seu último cruzeiro ao Funchal de Dezembro de 1976 a 3 de Janeiro de 1977, ficando fundeado no mar da Palha até Maio de 1977, ano em que o GAS ( Gabinete da área de Sines) o adquiriu para acomodar alguns dos milhares de trabalhadores do complexo da área de Sines. Foi colocado numa lagoa artificial tornando-se uma presença bizarra e cara por terras alentejanas, degradando-se rapidamente.
Ao contrário do que acontecera a outros navios portugueses, cujo o fim era Kaohsiung, o cemitério de navios para a sucata, na Ilha Formosa, no ano de 1986, com o crescimento do mercado de cruzeiros no mundo, o armador grego George Potamianos adquiriu-o e transformou-o num paquete de luxo. Totalmente renovado interiormente, mantendo as linhas clássicas, o navio chegou a Lisboa em 1988, com o nome de «Vasco da Gama». 
Potamianos fez renascer este navio que, durante seis anos, realizou cruzeiros nas Caraíbas e deu a volta ao mundo por diversas vezes. Con…

Ordenamento do Espaço Marítimo: Consulta Pública de 30/04 a 30/06

Imagem
A DGRM – Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, divulgou o Aviso que dá início à abertura do período de discussão pública do projecto de Plano de Situação do Ordenamento do Espaço Marítimo, que decorrerá entre 30 de Abril e 30 de Junho de 2018.
O Plano de Situação é um instrumento de ordenamento do espaço marítimo nacional que constitui uma ferramenta essencial para a política do mar, assegurando o desenvolvimento da economia azul e a sustentabilidade do meio marinho tal como definido pela Directiva-Quadro “Estratégia-Marinha” e pela Estratégia Nacional para o Mar.
Trata-se de um plano estruturante e fundamental, que abrange todo o espaço marítimo nacional, desde as linhas de base até ao limite exterior da plataforma continental, integrando as águas interiores marítimas, o mar territorial, a zona económica exclusiva e a plataforma continental, incluindo para além das 200 milhas náuticas.
O Plano de Situação do Ordenamento do Espaço Marítimo identifica a d…

Yilport Leixões: 3000 TEU diários é mais frequente.

Imagem
Abril com produtividade a mil – com este provérbio adaptado poderíamos descrever facilmente o trajecto da concessionária Yilport Leixões no que toca à movimentação de contentores no porto nortenho: a empresa voltou, pela segunda vez num espaço de escassos dias, a roçar a marca dos 3 mil TEU diários. No passado dia 7 de Abril, já a concessionária havia dado conta desse registo de elevada eficiência, com a operação de seis navios que resultou no processamento de 1.803 contentores, ou 2.932 TEU. À data, «faltaram 68 TEU para atingir a marca dos 3.000 TEU», lembrou a Yilport Leixões. A marca dos 3 mil TEU voltou a pairar no Porto de Leixões no passado dia 11 de Abril, mostrando a persistência dos bons resultados na movimentação de contentores: a «Yilport Leixões voltou a testar a barreira dos 3.000 TEU movimentados num único dia de trabalho», uma meta «cada vez mais frequente», assinalou a empresa.
«Prova da capacidade de resposta da Yilport Leixões», enaltece a empresa
No dia 11 de Abril fo…

Federação dos trabalhadores portuários exige ser recebida pela ministra do Mar

Imagem
A Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores Portuários (FNSTP) criticou o "silêncio" da ministra do Mar aos pedidos de audiência dos sindicatos, avisando que se não houver resposta até 25 de maio, a greve será uma possibilidade.
Os dirigentes das oito associações sindicais que integram a federação estiveram reunidos no Porto de Sines na quinta e sexta-feira, tendo escrito uma carta à ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, a exigirem para serem recebidos para discutirem "a necessidade de melhorar as condições" dos trabalhadores portuários, disse o presidente da FNSTP, Aristides Peixoto, à Lusa.
Perante a falta de respostas, a federação disse que vai "aguardar até ao dia 25 de maio de 2018" para que a ministra viabilize o encontro, sob pena de a FNSTP "promover iniciativas legais de expressão prejudicial ao normal funcionamento dos portos".
Segundo explicou Aristides Peixoto, "a greve será o último recurso, mas pode acontecer".
A fede…

Vagas de calor no mar estão a aumentar há um século

Imagem
Um estudo publicado pela Nature Communications mostra que a frequência de vagas de aquecimento da água do mar aumentou, bem como a duração de cada onda de calor.


As vagas de calor no mar aumentaram em número e em intensidade ao longo do século passado, resultado directo do aquecimento global, revela um estudo divulgado.
Publicado pela revista Nature Communications, o estudo foi feito por investigadores do ARC — Centro de Excelência para os Extremos Climatéricos, um consórcio que junta cinco universidades australianas e uma rede de organizações da Austrália e de outros países, e o Instituto de Estudos Marinhos e Antárticos, um centro de investigação da Universidade da Tasmânia, também na Austrália.
Segundo o estudo, entre 1926 e 2016 a frequência de vagas de aquecimento da água do mar aumentou 34% e a duração de cada onda de calor aumentou 17%, o que se traduz num aumento de 54% do número de dias de temperaturas acima do normal no mar em cada ano. “A nossa investigação também descobriu que…

Primeira máquina para limpar o plástico do mar em testes no Pacífico

Imagem
Vai ser experimentado pela primeira vez um sistema que promete limpar a maior mancha de plástico no mar - são quase 80 mil toneladas de detritos de plástico que ocupam uma área entre a Califórnia e o Havai equivalente a três vezes a França.O sistema idealizado originalmente pelo adolescente holandês Boyan Slat, agora engenheiro e fundador da fundação The Ocean Cleanup, vai ser implementado este Verão. Pretende limpar o que ficou conhecido como "The Great Pacific Garbage Patch" - a grande mancha de lixo do Pacífico. Esta mancha, detectada pela primeira vez em 1977, contém mais de 1,8 mil milhões de fragmentos de plástico, segundo o último estudo. E é a primeira vez que se faz a tentativa de a limpar. Não se trata de uma ilha ou de uma massa única, mas sim de uma vasta área com grandes quantidades de plástico, com detritos que vão dos pequenos bocados a elementos maiores, como redes de pesca abandonadas, que representam 46% do total, segundo o estudo publicado a 22 de Março no b…

Adaptação genética de ‘ciganos do mar’ explica capacidade invulgar de mergulho

Imagem
Os Bajau têm uma capacidade invulgar de permanecer debaixo de água. Estudo pode ajudar a fazer a ligação entre a genética e a resposta fisiológica à hipoxia (privação de oxigénio).

Os Bajau, conhecidos como ‘ciganos do mar’, têm uma capacidade invulgar de permanecer debaixo de água, que um estudo divulgado esta quinta-feira atribui a uma adaptação genética resultante num baço muito maior que o comum na generalidade dos humanos. O estudo, publicado na revista científica Cell, mostra que os Bajau, que vivem nos mares do arquipélago indonésio, têm um baço 50% maior do que populações vizinhas. A importância do baço na capacidade de os humanos poderem manter-se submersos não é nova, mas a relação entre o tamanho desse órgão e a capacidade de mergulho livre nunca tinha sido antes examinada em seres humanos a nível genético. O baço tem um papel central no prolongamento do tempo de mergulho, porque se contrai quando o corpo é submergido e lança glóbulos vermelhos oxigenados na circulação, produ…